sexta-feira, 30 de junho de 2017

Quando ou onde tudo começou?

Pois é, onde tudo começou? Posso está falando de quando comecei o blog, ou de quando tive aquele insight que me despertou para a forma como consumia e sobre a importância que dava para isso. Ou posso me perguntar quando comecei a pensar em Minimalismo, em Vida Simples e quando me encantei ao saber que existem inúmeras pessoas pelo Mundo pensando sobre o consumo consciente e que uma vida plena pode ser algo muito maior e mais profundo que uma vida aparentemente de sucesso. 



Posso me perguntar, ainda, quando me percebi como ser pensante e que escolhe a vida que quer viver, e mesmo que talvez ela vá na contramão da sociedade, tudo bem assim; se faz sentido para mim. Como é importante fazer essa auto análise e buscar uma vida alinhada verdadeiramente com seus pensamentos, falas, sentimentos e ações.

Chegar à conclusão de que eu consumia e, por vezes, ainda, consumo de maneira emocional e pouco racional, levou um tempo, e a conclusão só chegou, quando eu olhei para mim de verdade e admiti que estava sofrendo e que o consumo era uma válvula de escape.

Posso dizer que o marco para eu me entender melhor, perceber o que estava acontecendo comigo e buscar uma outra forma de funcionar foi esse dia aí, que eu não lembro a data exata! :) E completo dizendo que o processo começou há alguns anos atrás. Sim! Isso mesmo!

Na prática, eu sinto que se conhecer é algo que acontece a todo momento, é dinâmico e não tem fim! O que importa é fazer o dever de casa, e assim se aproximar e viver todos os dias, cada vez mais, da própria satisfação, realização, paz de espírito e felicidade!

Por fim, te deixo mais uma reflexão: "Você está desfrutando da sua caminhada?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você é feliz?

Se partimos do princípio que todos os seres humanos querem ser felizes e que a felicidade é algo pessoal. Eu te pergunto, o que é a felicida...